ARTIGO: ANTI-ENGAVETAMENTO

ARTIGO ANTI-ENGAVETAMENTO

ARTIGO COMPLETO

Veja se é capaz de executá-lo, se terá tempo, se é isso que você quer! Muitas pessoas acham  que faz jogos é simples e espontâneo, se você pensa o mesmo está enganado, pois para tudo na vida existe uma base, um começo, uma idéia!

Aqui vão algumas dicas que você pode usar em seus dias de desenvolvedor de jogos, e até mesmo pra sua vida, sua rotina, suas previsões.

1- As pedras no caminho

Problema

Isso acontece mais com programadores, pois, como o cargo exige um forte raciocínio para algoritmos e para montar o código do jogo, as vezes somos desanimados pelas dificuldades que ocorrem no desenvolvimento do jogo, um exemplo seria se você estivesse na metade do desenvolver do seu jogo, daí, não consegue adicionar colisão entre o personagem e o inimigo, e você passa horas tentando, procurando sobre isso, e nada acha, muda algo aqui e ali, vao passando os dias, você perde interesse no seu jogo, e acaba deixando-o na gaveta.                                       

Solução: Procure fóruns sobre o assunto, pesquise, pergunte até ao seu professor da faculdade, pergunte a gente que conheça a mesma linguagem que você, e que tenha interesse em ajuda-lo com o problema. Existem muitos fórums sobre desenvolvimento de jogos, assim como este ^^.

2.O fantasma do Desinteresse

Problema

Acho que isso já aconteceu com a maioria dos desenvolvedores, e até comigo já aconteceu, dias em que você não está nem aí pra jogos, nem aí pra programar, e você passar horas afogando suas mágoas jogando outras coisas, e quer que se dane o IF, os meshes, tudo, mas, vou te falar isso é normal, porém se isso for constante, é um problema. Primeiro porque você estará perdendo seu precioso tempo, fazendo nada, e seu jogo também corre o risco de ser engavetado, segundo enquanto você está atoa, pensando que nao vai dar certo seu jogo, e que existem melhores, e por isso nao quer mais saber deles, o mercado vai crescendo, mais pessoas vão aprendendo e enriquecendo seus conhecimentos.

Solução: A Primeira coisa a fazer, é se perguntar: “Por que estou aqui fazendo isso?”, caso você não tenha resposta, saia desta cadeira e vá lavar roupa, depois, tenha um pouco de inveja das grandes empresas, lembrando que não quero incentivar Inveja de ninguém, visite o site da SquareEnix, da Eletronic Arts, ou até mesmo da CalibreGames, ou da EneSolutions, e diga: “eu posso fazer estes jogos se eu quiser, e ganhar muita grana”, depois disso você já volta a desenvolver seu jogo, caso dê esta crise de novo em meio ao desenvolvimento, volte leia este artigo novamente, repita os passos. Se o problema persistir, você não quer desenvolver jogos, ou está na área errada, tente também mudar  de área, passe de programador para Modelador, ou Artista Gráfico, quem sabe você se identifica mais com outras áreas.

3. Eu não sou Deus

Problema: Primeiro você tem uma super-idéia para um jogo, começa a desenvolve-lo, a modelar e tals, e de repente bate o problema número 2 , desinteressado você tem uma outra grande idéia e começa a desenvolver esta nova e esplêndida idéia em outro jogo, e mais uma vez, você tem outra idéia, e outra, e mais outra, e por que não outra? Você fica Cheio de idéias e nenhum jogo pronto,e todos esses jogos ou 3% deles vão para a gaveta.

Solução: Se controle, não dá para desenvolver um jogo por dia, e você sabe disso, primeiro de tudo, idéias são idéias, por em prática é outra coisa, eu posso ter uma idéia em 1 segundo, mas não posso ter o jogo dessa idéia em 1 segundo também. A melhor coisa a se fazer, é anotar as melhores idéias e invenções para jogos em um papel/word/mão, onde você quiser, primeiro, por que só assim você não esquece, segundo, quando acabarem suas idéias, você já tem uma lista delas. Logo depois que você estiver desocupado, procure a sua livraria de Idéias, escolha uma para por em prática nos jogos, elabore o projeto em si, linguagem, modelos, horas gastas, softwares, algortimos… E assim vai, quando você acabar um projeto passe para outro, veja novamente a lista, selecione uma idéia e ponha em prática.

Lembre-se suas idéias só podem sair do papel, dependendo da sua experiência/força de vontade, se você é iniciante não tente fazer um MMORPG, isso não é regra, depende do seu interesse.

4. O tempo não pára

Problema: O problema parece simples e é quase que parecido ao problema número 1, só que mais concentrado, esse problema é quando você começa a perder tempo com coisas fúteis, desvia sua atenção para outras coisas, começa a procurar a solução para um problema e acaba se enrolando em outro problema, um exemplo, você está com problemas com colisão (de novo, ‘¬¬’), vai procurar no google, e acaba achando um super efeito de partículas, maneiro, e cadê a colisão no jogo? daí você se preocupa com as partículas, começa a ter problemas com a parte de partículas, e dai se embaraça todo, ou colisão ou partículas, agora são dois probremas, e agora josé?

Solução: Resolva as principais dificuldades de seu game, não desvie sua atenção para mais nada, viu um site maneiro sobre algum recurso novo? salve no favoritos, depois você adiciona novos recursos. Resumindo, seja mais Objetivo em suas buscas, projetos, jogos, e etc…

5. Organize-se

Uma das melhores coisas que você pode fazer, é se organizar, esta sim é uma boa saída, o planejamento é a base de todo projeto.

Mas o que eu faço primeiro?  O Game Design, é a primeira coisa que você deve fazer antes de começar a desenvolver seu jogo, nele estará contido informações de roteiros, personagens, tipo de jogo, jogabilidade, idéias, recursos, horas alcançadas, publicidade, logotipos, estrutura do jogo, diagramas, e mil coisas que um jogo realmente precisa.

E aqui está o fim deste artigo, espero ter ajudado… Até mais!

3 Respostas

  1. Gostei.
    Eu sempre tive esses problemas. Acho que até hoje.
    Vou tentar ser mais disciplinado seguindo essas regras.

  2. Muito bom. O artigo poderia ser um pouco mais profundo, mas a idéia está bem passada. Inseri um link no meu blog (http://vsoftgames.com)

  3. […] Artigo anti-engavetamento: artigo original que baseou o artigo acima, poderia ser mais profundo mas passa bem a idéia. Recomendado. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: